quarta-feira, 22 de abril de 2020

Coletivo Caimbé é parceiro da Editora da UFRR em concurso literário

Gente linda, quanto tempo!

Em parceria com a Editora da Universidade Federal de Roraima e o Programa de
Pós-graduação em Letras da UFRR, estamos ajudando a organizar um concurso literário em Roraima. Podem inscrever-se autores de todas as nacionalidades, bastando apenas ter CPF. As categorias do concurso são contos, micocrontos, poemas e crônicas. 

Os 15 textos selecionados em cada categoria serão publicados pela EdUFRR em um e-book com distribuição gratuita. Se gostou da ideia, participe. As inscrições devem ser feitas por e-mail e estão abertas até 5 de maio de 2020. 

Para baixar o edital e conferir todas as regras, clique no link a seguir: www.ufrr.br/editora/.

Compartilha com teus amigos, gente linda!

Confere a seguir um resumo do edital: 

A Editora da Universidade Federal de Roraima (EdUFRR) recebe até 5 de maio de 2020 as inscrições no concurso para seleção de textos literários dos dois primeiros volumes da Coleção Literatura de Circunstâncias. Podem participar escritores de qualquer nacionalidade, desde que tenham inscrição no Cadastro Nacional de Pessoas Físicas (CPF).

Os textos devem abordar a temática “Pandemias: cuidados, prevenção, efeitos e consequência sobre a vida humana: dimensões múltiplas de uma temerária e inquietante experiência coletiva”. A primeira edição do concurso homenageia a memória do professor da UFRR, escritor e artista visual Devair Fiorotti, falecido em março deste ano. 

Cada pessoa poderá inscrever até três trabalhos de gêneros literários diferentes ou iguais. Menores de idade podem participar, desde que com autorização dos pais ou responsáveis.

As categorias do concurso são conto (com até 20 páginas), crônica (com até 10 páginas), poesia (com até 5 páginas), e microconto (com até 280 caracteres, incluindo o título). 

As inscrições serão feitas exclusivamente por e-mail, de acordo com o edital disponível na página www.ufrr.br/editora/

A divulgação do resultado será feita no dia 8 de junho. Os 15 textos de maior nota final em cada categoria serão organizados em uma antologia, em dois volumes, a ser registrada com ISBN e publicada de forma digital. 

Além disso, todos os selecionados receberão um certificado de participação na coleção. 

Será invalidada a inscrição de participante que submeter textos de conteúdo discriminatório, ofensivo à liberdade de consciência e de crença, com teor grosseiro, que fira direitos humanos ou que viole a legislação vigente. 

A iniciativa faz parte da nova proposta editorial da EdUFRR. A intenção é impulsionar a produção literária brasileira, com ênfase na produção local, além de promover o entretenimento e a reflexão sobre tempos difíceis e questões complexas. 

terça-feira, 1 de outubro de 2019

Mestre cordelista Zanny Adairalba visita escola de Boa Vista para falar sobre literatura de cordel

Gente linda, se liga nas andanças: 




Neste sábado (28) a mestra cordelista Zanny Adairalba, integrante do Coletivo Caimbé, recebeu uma homenagem do Colégio Estadual Militarizado  Professora  Maria de Lourdes Neves, localizado no bairro Pintolândia, zona oeste de Boa Vista. 

 







Como parte do projeto “Leitura em Ação”, os alunos produziram, expuseram e declamaram seus próprios cordéis, além de expor  trabalhos sobre a vida de  Zanny e de outros poetas populares como Leandro Gomes de Barros, Zé da Luz e Patativa do Assaré.






Durante a visita, Zanny conversou com os alunos e leu algumas das obras expostas. Como preparação para o evento, os estudantes haviam lido cordéis escritos pela nossa colega cordelista.




terça-feira, 24 de setembro de 2019

Uma palestra sobre vida e literatura para alunos do ensino médio

Gente linda!

O escritor Edgar Borges, nosso colega de coletivo, esteve conversando sobre literatura e sua vida com alunos da escola estadual Maria das Neves Rezende.

Alunos da escola com Edgar Borges(de camiseta cinza)


A palestra foi realizada a convite do projeto Literatura a Caminho, coordenado pelo escritor Aldenor Pimentel e financiado pelo Itaú Cultural.

Os alunos apresentaram duas esquetes montadas a partir de suas releituras de contos do livro Sem Grandes Delongas, de autoria de Edgar.

Para ler mais e ver outras fotos da atividade, vai no blog Crônicas da Fronteira. Lá, Edgar Borges fala sobre a experiência.

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Teve intervenção poético-musical no Abrigo de Migrantes da Venezuela Latiffe Salomão

Gente linda!

Nesta sexta (13.09.19) a turma do Coletivo Caimbé esteve no abrigo para refugiados e migrantes venezuelanos Latife Salomão realizando uma intervenção poético-musical para as famílias venezuelanas abrigadas no local, que funciona no Centro de Boa Vista,

A nossa comitiva artística foi formada pelos poetas Elimacuxi, Vitor Araújo, Lindomar Bach e Edgar Borges, articulador do Coletivo.



Poeta Elimacuxi 
Poeta Lindomar Bach



Ficamos cerca de uma hora falando poesia em português e em espanhol, cantando, sorrindo e compartilhando arte com os adultos e crianças. 


Poeta Vitor Araújo 

No final, a cantora venezuelana Yubieska Hernandez, abrigada no local, cantou duas canções para o público, uma tocando cuatro e outra à capela, arrancando aplausos de todo mundo.






Cantora Yubieska Hernandez

Além da poesia e da música, Elimacuxi e Edgar Borges doaram livros à administração do espaço com a intenção de ajudar a criar um espaço de leitura no abrigo. 


Da esquerda pra direita: Miguel, migrante que nos ajudou a mexer com a aparelhagem de som; José, da equipe do Abrigo; a poeta Elimacuxi e os poetas Vitor de Araújo, Edgar Borges e Lindomar Bach.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Poeta Zanny Adairalba recebe menção honrosa da Universidade Federal de Roraima


Gente linda, olha que bacana!


Zanny Adairalba, nossa colega de coletivo, foi uma das artistas homenageadas neste 12 de setembro por conta da celebração dos 30 anos de criação da Universidade Federal de Roraima. Ela recebeu um certificado de menção honrosa por conta de sua contribuição para a cultura local. 




Ainda ontem, Zanny teve também uma de suas músicas interpretadas no espetáculo Mulheres Roraimando.



A entrega da menção honrosa e o show aconteceram no auditório do Centro Amazônico de Fronteira (CAF) da UFRR. Além de Zanny, a poeta Elimacuxi  também recebeu a menção honrosa. Eli participa constantemente das atividades do coletivo desde o nosso surgimento, em 2009, o que nos deixa muito felizes. 




Veja a relação de outros artistas que receberam a menção honrosa da UFRR:  Eliakin Rufino, George Farias, Zeca Preto, Lionella Edwards, Neuber Uchôa, Maria de Fátima Campos Costa, Andressa Sousa do Nascimento (Euterpe), Jaider Esbell, Edinel Pereira, Joemir Guimarães, Ricardo Nogueira, Kaline Barroso, Pedro Linke, Renato José Costa, Yuri Lopes, Carmézia Emiliano, Marisa Gomes Bezerra, Bebeco Pujucan e Serginho Barros. 

A todos e a todas, os nossos parabéns. 

terça-feira, 13 de agosto de 2019

Artes cênicas, artes visuais, capoeira e muito mais na Lona Poética de agosto

Gente linda!

Que maravilhoso foi o Sarau da Lona Poética que fizemos neste mês de agosto!

Teve canto de capoeira, palhaçaria, performance, teatro, música em espanhol, poema em portunhol, teve sanfoneira, teve alegria e foi muita... Foi lindo demais da conta!

Fazer o sarau dá um trabalho, mas tudo vale quando vemos o resultado: pessoas felizes, a poesia e a música no ar, a arte mandando o seu recado do bem. 

Queremos agradecer muito, muito, muito aos nossos convidados especiais desta edição: a Cia. Zefiro, integrada por Anna Luz, Edson Rodrigues, Giulia Gabriela, Gabriel Sousa, Tainá Carvalho e Rafael Hounsell, que se apresentou sob a direção de Hander Frank;  e ao artista visual e escritor Marcelo Perez, que levou suas obras para o salão do Espaço de Cultura e Arte União Operária/UFRR, nosso parceiro mais uma vez nesta ação poética. 

Fiquem com alguns registros do evento. Todas as fotos em preto e branco são do fotógrafo e bailarino Márcio Costa. 



Edgar Borges, articulador do Coletivo Caimbé, e Hander Frank, diretor da Cia. Zefiro



Poeta Zanny Adairalba, articuladora do Coletivo Caimbé

Cia. Zefiro (Foto: Márcio Costa)

Cia. Zefiro (Foto: Márcio Costa)

Cia. Zefiro

Público no microfone aberto (Foto: Márcio Costa)


Cia. Zefiro (Foto: Márcio Costa)




Poeta Zanny Adairalba, bailarino Márcio Costa e poeta Edgar Borges 


Cia. Zefiro (Foto: Márcio Costa)

Edgar Borges declamando (Foto: Márcio Costa)


(Foto: Márcio Costa)

Cia. Zefiro 

 (Foto: Márcio Costa)







Poeta Sérgio Murilo

 (Foto: Márcio Costa)

Escritor e artista visual Marcelo Perez


















Ah, o próximo Sarau da Lona Poética acontecerá em setembro, durante o Festival Literário do Sesc Roraima. Quem não neste, já vá pensando em qual poema ou canção apresentar na hora do microfone aberto. 

Não esqueçam de nos seguir nas redes sociais: